Normas, dimensões e resistência do guarda-corpo

Roberto Massaru Watanabe
Roberto Massaru Watanabe
Roberto é engenheiro civil formado pela USP e especialista em patologias das edificações.

O uso de uma escada envolve riscos à segurança, pois seus usuários estão suscetíveis a escorregões, tropeços e quedas. Escadas ligam pavimentos em diferentes níveis e, quanto mais alta a escada, maior será a energia potencial da pessoa. Uma queda nessas circunstâncias poderá ocasionar sérios danos, como fraturas e até a morte.

Para minizar os riscos de queda de um nível para outro, as laterais das escadas devem estar delimitadas por uma parede ou um guarda-corpo.

Além de ser utilizado em escadas, o guarda-corpo é elemento de segurança importante em rampas, patamares, terraços, balcões e galerias.

Escada com guarda-corpo de madeira

Guarda-corpo em escadas

Tipos de guarda-corpo

Os guarda-corpos podem ser de alvenaria, vidro, perfil metálico ou madeira, e podem ser fechados ou vazados.

No guarda-corpo de barras (horizontais ou verticais), a distância entre as barras deve ser de no máximo 15 centímetros.

No guarda-corpo de vidro, o vidro deve ser aramado ou laminado e não-estilhaçável.

Os guarda-corpos não podem ter aberturas, saliências, reentrâncias ou quaisquer elementos que possam enganchar em roupas e objetos.

Altura mínima do guarda-corpo em escadas

A norma NBR-9077 estabelece a altura mínima do guarda-corpo, que depende se a escada é interna (dentro da casa) ou externa (fora da casa).

Escada interna

Altura mínima do guarda-corpo em escadas internas = 92 centímetros.

Altura do guarda-corpo em escadas internas

Escada externa

Altura mínima do guarda-corpo em escadas externas de até 12 metros de altura = 105 centímetros.
Acima de 12 metros de altura = 130 centímetros.

Altura do guarda-corpo em escadas externas

Resistência do guarda-corpo

O guarda-corpo deve suportar pessoas e objetos nele apoiados.

Carga sobre a parte de cima do guarda-corpo

A NBR-9077 estabelece que a parte de cima do guarda-corpo (peitoril ou corrimão) deve suportar uma carga horizontal uniformemente distribuída de 730 Newtons por metro.

É mais um menos o peso de uma pessoa (74 kgf) dependurada em uma corda presa ao guarda-corpo, considerando um guarda-corpo de 1 metro de comprimento.

Carga sobre a superfície do guarda-corpo

Os objetos costumam ficar encostados no corpo do guarda-corpo. A NBR-9077 estabelece que a superfície do guarda-corpo deve suportar uma carga distribuída de 1.200 Pascais (cerca de 120 kgf) aplicada horizontalmente a toda a superfície do guarda-corpo.

Guarda-corpo em sacadas, balcões e varandas

A NBR-14718 Guarda-corpos para edificações estabelece as condições mínimas de segurança nas edificações, residenciais e comerciais, exceto em passarelas sobre via pública e ginásios de esportes.

Estrutura de um guarda-corpo

Fechamento do guarda-corpo

Caso o fechamento do guarda-corpo seja feito com vidro, as placas devem ser dimensionadas conforme a norma brasileira NBR-7199 e ter certificado emitido de acordo com a seção 5 da norma NBR-14718.

É vedada a utilização, na face interna do guarda-corpo, de componentes que facilitem a escalada por crianças, incluindo ornamentos, vasos e outros objetos que possam ser utilizados como “degrau”.

Altura mínima do guarda-corpo

A borda superior do guarda-corpo deve estar sempre a pelo menos 1,10 metro do nível do chão. Veja um esquema de como ficaria o guarda-corpo instalado sobre o piso e sobre uma mureta de diversas alturas:

Detalhe importante que deve ser considerado, principalmente pelos decoradores, é a colocação de objetos e mobiliários junto ao guarda-corpo. Em locais de acesso amplo por crianças, esses objetos podem ser utilizados como degrau.

Elementos que têm entre 20 cm e 80 cm de altura podem ser usados para esse fim e só devem estar próximos ao guarda-corpo quando a altura do guarda-corpo for de pelo menos 90 cm acima do elemento.

Cuidado com objetos próximos ao guarda-corpo

Resistência do guarda-corpo

Esforço estático horizontal

A norma NBR-14718 determina em seu Anexo A que o guarda-corpo deve resistir a um esforço de 1.670 Newtons por metro (170 Kgf/m) nos casos de locais de acesso público, e de 1.000 Newtons por metro em caso de uso privado.

A deformação máxima aceitável é de L/250, sendo L o comprimento do guarda-corpo submetido ao ensaio.

Ensaio de resistência horizontal em guarda-corpo

Em termos mais práticos, isso equivale ao peso de duas pessoas penduradas no guarda-corpo como em um rapel:

Representação da resistência horizontal em um guarda-corpo

Esforço de impacto

O impacto mínimo a ser suportado por um guarda-corpo é testado no seguinte ensaio: um saco de couro pesando 40 Kg, contendo no seu interior bolas de vidro, deve ser pendurado e lançado de tal forma que seu impacto, no meio do guarda-corpo, cause um impacto de 700 Joules.

Ensaio de impacto no guarda-corpo

Compartilhe esse artigo

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Imprimir

Compartilhar

Artigos relacionados

Leia também

plugins premium WordPress